15 de julho de 2009

As time goes by

I forgot we said no questions - era esta a fala, se bem me lembro. Hoje é dia, amanhã pode ser aniversário ou revéillon, amanhã ainda não é. Hoje é incômodo feito sarna, papel largado, ontem ainda não era. Espreitas o presente, conheces meu passo. Quisera confiar no sorriso envergonhado do anônimo naquele toque não atendido. Quisera crer que o restante não foram sobras - é todo doce que se consome aos bocados. Não sou o acento errado e controlas o texto. Leia com vagar, compassado.

Um comentário:

d. disse...

Posso dizer que é um dos que mais gostei.... Sabes que gosto da sua forma de escrever...
Parece q melhora as time goes by...